E a minha boca (até quando?)
Ao separar-se da tua
Vai repetindo e lembrando
“- Sei de um rio…
Sei de um rio…”

~ Camané – Sei de um rio

|Bussaco Palace, Serra do Bussaco, Portugal|

Leave a Comment

%d bloggers like this: