No teu poema… existe um verso em branco e sem medida
Um corpo que respira, um céu aberto
Janela debruçada para a vida
No teu poema… existe a dor calada lá no fundo
O passo da coragem em casa escura
E aberta, uma varanda para o mundo

~ José Luis Tinoco [No teu poema]

|Lisbon, Portugal|

Leave a Comment

%d bloggers like this: